Carregando... Aguarde...

Newsletter


ARNICA! O que e Arnica? Para que Serve a Arnica?

Postada em 2nd Apr 2015 @ 9:47 PM

ARNICA! O que e Arnica? Para que Serve a Arnica?

 ARNICA 100 Grama Ervas Medicinais

DESCRIÇÃO

A Arnica é proveniente da América do Sul e tem como nomes populares: arnica do campo, arnica silvestre, erva de lagarto, erva lanceta,

lanceta, macela miúda, marcela miúda, rabo de rojão e sapé macho. Apesar de não terem sido ainda comprovadas cientificamente

a eficácia e a segurança no emprego desta planta,

o uso medicinal vem sendo feito com base na tradição popular de uma maneira crescente.


INDICAÇÃO: O chá de Arnica nacional é indicado para, traumatismos, reumatismo, artrite, artrose, dores e paralisia.


A Arnica é uma planta medicinal, também conhecida como Panaceia-das-quedas, Craveiros-dos-alpes ou Betônica, muito utilizada

como remédio caseiro para tratar escoriações ou dores musculares, por exemplo.

O seu nome científico é Arnica montana e pode ser comprada em lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação sob a forma de planta,

pomada homeopática ou tintura para uso externo.

 

Para que serve a Arnica


A Arnica serve para ajudar no tratamento de equimoses, escoriações, distensões musculares, dor muscular, inchaços,

dores articulares ou garganta inflamada.

 

Propriedades da Arnica


As propriedades da Arnica incluem sua ação anti-inflamatória, anti-microbiana, anti-fúngica e cicatrizante.

 

Modo de uso da Arnica


A parte utilizada da Arnica são sua flores que podem ser preparadas em forma de infusão, tintura ou pomada de aplicação externa,

não devendo ser ingerida.


  • Compressas para dores musculares, equimoses ou dor articular: Colocar 1 colher (de chá) das flores de Arnica 
  • em 250 ml de água fervente e deixar repousar por 10 minutos. Coar, mergulhar a compressa e aplicar morno sobre a região afetada.

 

A infusão também pode ser utilizada para fazer gargarejos no caso de garganta inflamada, mas nunca ingerida.


Efeitos colaterais da Arnica


Os efeitos colaterais da Arnica incluem alergias na pele, intoxicação, parada cardíaca quando ingerida ou utilizada em excesso sobre a pele.


Contraindicações da Arnica


A Arnica está contraindicada para crianças com menos de 3 anos e nunca deve ser ingerida ou aplicada sobre uma ferida aberta.

 

COMO FAZER:

Para fazer o cataplasma, use 3 colheres de chá de Arnica para 2 copos de água fervente. Espere a infusão esfriar e aplique-a ainda morna,

nas partes do corpo que deseja tratar. Substitua as compressas tão logo elas esfriarem. Use de 3 a 4 vezes por dia. 

COMO USAR:

Aplicar, em forma de cataplasma, em contusões, golpes e hematomas

 

ARNICA: HISTÓRIA: ESPÉCIES:

Arnica é um gênero de aproximadamente 30 espécies de plantas perenes, herbáceas, que pertencem à família das Asteráceas (Asteraceae). O nome arnica significa pele de cordeiro, aludindo ao tato de suas folhas, suaves e peludas.
Este gênero circumboreal e montanhoso floresce em sua maioria nas regiões temperadas da América do Norte ocidental. Duas espécies são originárias da Eurásia (A. angustifolia e A. montana).
Algumas larvas de lepidópteros (como Bucculatrix arnicella) alimentam-se de arnica.
A arnica possui as propriedades medicinais devido aos flavonóides, sendo muitos e variados seus usos. Dentre os principais podemos citar: cicatrização de ferimentos superficiais, combate de hemorragias leves, além de ser um ótimo anti-inflamatório natural de uso externo. A arnica não deve ser utilizada por via oral, por ser comprovadamente hepatotóxica.
Várias espécies, como Arnica montana e Arnica chamissonis contém helenalina, uma lactona que é um ingrediente essencial em preparados antiinflamatórios provenientes de contusões.

Arnica é um gênero de aproximadamente 30 espécies de plantas perenes, herbáceas, que pertencem à família das Asteráceas (Asteraceae).

O nome arnica significa pele de cordeiro, aludindo ao tato de suas folhas, suaves e peludas.


Este gênero circumboreal e montanhoso floresce em sua maioria nas regiões temperadas da América do Norte ocidental.

Duas espécies são originárias da Eurásia (A. angustifolia e A. montana).


Algumas larvas de lepidópteros (como Bucculatrix arnicella) alimentam-se de arnica.


A arnica possui as propriedades medicinais devido aos flavonóides, sendo muitos e variados seus usos.

Dentre os principais podemos citar: cicatrização de ferimentos superficiais, combate de hemorragias leves,

além de ser um ótimo anti-inflamatório natural de uso externo.

 

A arnica não deve ser utilizada por via oral, por ser comprovadamente hepatotóxica.


Várias espécies, como Arnica montana e Arnica chamissonis contém helenalina, uma lactona que é um ingrediente essencial

em preparados antiinflamatórios provenientes de contusões.

 

Espécies

Arnica acaulis (Walt.) B.S.P. -- Common Leopardbane

Arnica alpina (L.) Olin—Alpine Arnica (sinónimo de Arnica angustifolia subsp. alpina)

Arnica amplexicaulis Nutt. -- Clasping Arnica, Streambank Arnica (sinónimo de Arnica lanceolata subsp. amplexicaulis)

Arnica angustifolia Vahl—Narrowleaf Arnica Arnica angustifolia subsp. alpina (L.) I. K. Ferguson

Arnica angustifolia subsp. tomentosa Downie & Denford


Arnica cernua T.J. Howell—Serpentine Arnica

Arnica chamissonis Less. -- Chamisso Arnica Arnica chamissonis subsp. foliosa (Nutt.) Maguire


Arnica cordifolia Hook. -- Heart-leaf Leopardbane, Heartleaf Arnica

Arnica dealbata Baldwin (formerly Whitneya dealbata)

Arnica discoidea Benth. -- Rayless Arnica

Arnica X diversifolia Greene (pro sp.) -- Curtis Churchmouse Threeawn, Rayless Arnica, Sticky Arnica

Arnica frigida C.A. Mey. ex Iljin—Snow Arnica (sinónimo de Arnica griscomii subesp. frigida)

Arnica fulgens Pursh—Foothill Arnica, Orange Arnica, Shining Leopardbane

Arnica x gracilis Rydb. -- Smallhead Arnica (híbrido natural entre A. latifolia e A. cordifolia)

Arnica griscomii Fernald Arnica griscomii subsp. frigida (C. A. Mey. ex Iljin) S. J. Wolf

Arnica griscomii subsp. griscomii Downie & Denford


Arnica lanceolata Nutt. -- Arnica, Lanceleaf Arnica Arnica lanceolata subsp. amplexicaulis (Nutt.) Gruezo & Denford

Arnica lanceolata subsp. lanceolata Gruezo & Denford


Arnica latifolia Bong. -- Broadleaf Arnica

Arnica lessingii (Torr. & Gray) Greene—Nodding Arnica Arnica lessingii subsp. lessengii

Arnica lessingii subsp. norbergii Hult. & Maguire


Arnica lonchophylla Greene—Longleaf Arnica Arnica lonchophylla subsp. arnoglossa (Greene) Maguire

Arnica lonchophylla subsp. lonchophylla


Arnica longifolia D.C. Eat. -- Longleaf Arnica, Spearleaf Arnica

Arnica louiseana Farr—Lake Louise Arnica

Arnica mallotopus (anteriormente Mallotopus japonicus)

Arnica mollis Hook. -- hairy arnica, wooly arnica

Arnica montana L. -- Mountain Arnica

Arnica nevadensis Gray—Nevada Arnica

Arnica ovata Greene

Arnica parryi Gray—Nodding Arnica, Parry's Arnica

Arnica rydbergii Greene—Rydberg Arnica, Rydberg's Arnica, Subalpine Arnica

Arnica sachalinensis (Regel) A. Gray

Arnica sororia Greene—Twin Arnica

Arnica spathulata Greene—Klamath Arnica

Arnica unalaschcensis Less. -- Alaska Arnica

Arnica venosa Hall—Shasta County Arnica

Arnica viscosa Gray—Mt. Shasta Arnica